"Better Man" é Uma Música Alegre?

Achei interessante uma questão levantada no fórum oficial do Pearl Jam: o membro Big Bank Hank comentou sobre o quanto “Better Man”, uma canção sobre violência contra a mulher, se transformou em uma música alegre, cantada pelos fãs como se fosse um momento de felicidade, como se ela dissesse coisas boas e positivas. Transcrevo aqui o texto do cara para ficar mais claro o objetivo desse post:
“Fatos são fatos, no VH1 Storytellers, o Eddie Vedder diz que Better Man é sobre mulheres que estão em um relacionamento abusivo e não tem chance de fugir; e o público, tentando fazer dela uma glorificação cantada por todos juntos, fizeram dela umas das minhas músicas menos favoritas. Anteriormente, quando a banda tocava a música com força total, ela era nota 10/10. Eu estou cansado de ver pessoas citando a música sem prestar atenção a uma letra que foi escrita com o objetivo de mostrar a violência doméstica e de se posicionar contra qualquer tipo de abuso; as pessoas fizeram dela uma música para se cantar em volta de uma fogueira! Desculpe, mas é isso o que eu sinto; mulheres ainda estão apanhando dos homens, e as pessoas não podem esquecer que essa música escancara tudo isso… Afinal de contas, porque as pessoas estão todas celebrando quando ela é tocada? E quem está falando por essas mulheres que ainda são violentadas hoje em dia? Existem tantas músicas para o público cantar junto que de fato celebram algo positivo (Present Tense, Black, Corduroy, State of Love and Trust e até mesmo Alive). Da próxima vez que você quiser cantar algo junto com todos, pense na letra do que você está cantando, e o que a música quer de fato dizer.”
Abaixo, coloco a letra da música e os comentários do cara (entre parêntesis):
Waitin’, watchin’ the clock, it’s four o’ clock, it’s got to stop (abuso)
Tell him, take no more, she practices her speech
As he opens the door, she rolls over
Pretends to sleep as he looks her over (para que ele não abuse mais dela)
She lies (ela mente) and says she’s in love with him, can’t find a better man
She dreams in color (preto e azul*), she dreams in red (sangue), can’t find a better man
Can’t find a better man
Can’t find a better man
Ohh…
Talkin’ to herself, there’s no one else who needs to know (envergonhada de dizer sobre o problema)
She tells herself, oh…
Memories back when she was bold and strong
And waiting for the world to come along
Swears she knew it, now she swears he’s gone
She lies (conta uma mentira) and says she’s in love with him, can’t find a better man
She dreams in color(preto e azul), she dreams in red (sangue), can’t find a better man
She lies (conta uma mentira) and says she still loves him, can’t find a better man
She dreams in color (black and blue), she dreams in red (sangue), can’t find a better man
Can’t find a better man
Can’t find a better man
She loved him, yeah, she don’t want to leave this way
She needs him, yeah, that’s why she’ll be back again
Can’t find a better man (Can’t find a better man)
Can’t find a better man (Can’t find a better man)
Can’t find a better man (Can’t find a better man)
Can’t find a better man
“Triste que uma música com tanto significado perdeu o seu significado”
*Preto no sentido de sombrio, e azul no sentido de tristeza (interpretação dele)

Coloquei esse post apenas para levantar essa questão da interpretação. Os fãs podem “adaptar” uma música triste e torná-la alegre, ou é preciso ser mais fiel ao que ela significa?
Apenas um comentário: a banda parece não ligar com essa manifestação animada do público quando tocam “Better Man”; eles simplesmente tocam aquilo que a platéia gosta…
PS.: No final do comentário, ele coloca um vídeo da “Better Man” tocada em 2000, quando, de acordo com ele, é possível ver a intensidade da banda tocando ela.

Anúncios

10 comentários em “"Better Man" é Uma Música Alegre?”

  1. Olá João Felipe, acompanho seu blog há algum tempo, ele é maravilhoso, bom e como essa é uma das músicas do meu delírio, vou ter que comentar!kkkk Olha eu absolutamente discordo do membro do fórum oficial, eu não acho que as pessoas quando cantam better man em coro nos shows estão “celebrando” a “violência doméstica”, e eu nem interpreto a musica no sentido da violência doméstica clássica, digo com agressão física, para mim sempre interpretei mais, como uma mulher em um relacionamento “sentimentalmente” abusivo, onde ele vive uma relação onde o amor é uma lembrança do passado, ela está acomodada nesse relacionamento e não consegue seguir a diante talvez por medo da solidão ou mesmo de “não encontrar um homem melhor”, quantas mulheres eu conheço que são exatamente como o eu lírico dessa canção!! (claro essa é a minha interpretação kk) quando o narrador diz: “She lies and says she's in love with him, can't find a better manShe dreams in color, she dreams in red, can't find a better man”,Para mim ele está querendo dizer que ela sonha com um relacionamento diferente do que ela está vivendo. E quanto ao fato de cantar como se fosse uma música “alegre”, eu também não concordo! As pessoas cantam alto nos shows, mas não quer dizer que é com sentimento de alegria, e também não acho que cantar uma musica em volta de uma fogueira queira dizer que sempre é um ato de celebração.Sabrina

  2. Acho que ele foi meio contraditório ao se referir a Black e a Alive já que respectivas falam sobreo sofrimento de o fim de uma relacão e a outra sobre ele que descobriu que quem ele achava que era seu pai não era seu verdadeiro pai

  3. Grande João, sempre levantando questões interessantes. Eu estou 100% com a Sabrina. Isso é uma questão de interpretação e a minha verte mais para o lado dela do que para a do fã americano. A canção é construída com base numa linguagem figurativa e cada um interpreta de acordo com sua realidade, como por exemplo a cor azul, que para ele simboliza "tristeza", sendo que o significado universal dela é de "paz". Para mim, trata-se de uma história que remete ao tipo de relacionamento pelo qual todos nós (ou quase) já passamos: destruidor, dependente, doentio. Pode ver no final da música quando ele diz que ela ama ele e não quer deixá-lo, que ela precisa dele e vai voltar novamente a vê-lo (She loved him, yeah, she don't want to leave this way – She needs him, yeah, that's why she'll be back again). Aliás, ela vive em contradição, como todos nós já vivemos. Querer amar e ser amado a todo custo traz este tipo de relação, mas o "respeito" nem sempre faz parte do pacote. Realmente não é algo que possa ser cultuado, mas tudo sempre tem um lado positivo, pois acabamos sempre aprendendo algo com tudo isso. Outra questão importante, que não foi relevado, é a melodia. Ela inicia de forma calma, mas não triste. Da segunda parte da música em diante ela ficar mais agitada, mas não passa a sensação de revolta. A tônica do refrão na palavra "Betterman" acaba ajudando a esconder os problemas que a música revela. Resumindo: é uma música de constatação de que algo não vai bem, mas quem está vivendo isso faz porque quer, porque acha que não pode ter alguém melhor para si naquele momento (Can't find a betterman). Eu, por exemplo, diria: "Can't find a better band" e fico aqui lamentando o fato de não ter um novo disco a cada ano. C'est la vie.

  4. Eu concordo inteiramente com a Sabrina e só acho que há muita gente que se revê nessa situação de (in)felicidade contida… No final da música, é a própria banda que puxa pelo público, porque no início ela é bem tristonha. São opiniões… 😉

  5. Sabrina, a sua interpretação é muito parecida com a minha. O cara do fórum oficial talvez tenha exagerado um pouco ao falar que as pessoas não podem cantar ela com alegria,não podem celebrar ela… e também acho que a música não mostra um relacionamento violento, mas uma situação em que o casal já perdeu a muito tempo qualquer carinho um pelo outro (mais o homem do que a mulher, no caso da Better man). Mas, uma coisa eu concordo com o cara: os fãs tem que pelo menos saber do que a música trata, a maioria nem sabe o que está escrito e mesmo assim ama a música de paixão. Não estou dizendo que todos devemos saber tudo de cor… mas pelos menos entender o o motivo da música existir; no caso da Better Man, saber que é um tema triste e que incomodava o Eddie quando era mais novo…

  6. Acho que com a Black ele quis dizer mais sobre o final; o fato dele desejar uma vida linda para ela… e sobre a alive, acho q ele considerou o refrão, a ideia de que, mesmo com todo esse problema, estamos vivos.Mas, mesmo assim, esses exemplos estão longe de serem um bom exemplo de alegria e celebração. Nisso concordo com seu comentário…

  7. Renato, interessante você lembrar a questão da melodia.. De fato, ela soa mais alegra, ou melhor, mais esperançosa; não existe aquele peso, por exemplo, da Sleight Of hand, em que não há saída, tanto na letra, quanto na melodia… Por isso ela acabou tornando-se uma música "alegre" ao vivo muito mais pela melodia, do que pela letra…

  8. As músicas atualmente perderam muito do seu significado. Isso não é só com o PJ, mas sim com várias bandas que nas décadas de 70/80/90 escreveram letras irônicas e provocativas. Por exemplo, existem muitas pessoas que admiram Pink Floyd e suas letras, mas não entendem que muitas delas estão tirando um sarro com relação a sociedade e sendo irônicas com relação ao que acontece entre as pessoas, como por exemplo o álbum Animals que é uma obra de arte com relação a tratar de temas sociais como a religião (música Sheeps) e mesmo assim as pessoas a ouvem e depois vão para suas respectivas igrejas/templos, etc. Do The Evolution é uma música parecida e acontece o mesmo. Se formos levar ao pé da letra, então não deveríamos ver uma pessoa que ouve DTE e a canta com todo fôlego frequentando igrejas e dando dinheiro para seus respectivos comandantes, ou até mesmo fazendo parte de determinados grupos políticos.A beleza da música (e isso principalmente quando o músico tem o dom, caso do Eddie) está nas entrelinhas e na maneira de ser direto sendo indireto, deixando algo para ser entendido por cada um que ouvir a música.Alive considero uma música mais pesada do que Betterman, e mesmo assim, como Eddie comentou no mesmo VH1, é como se uma maldição tivesse sido tirada. Por que não o mesmo com Betterman?Interpretações ortodoxas e ao pé da letra não fazem bem. Ninguém canta Betterman fazendo apologia a violência doméstica. E se há uma culpa, esta não é somente de quem canta, uma vez que o final de betterman atualmente está bem 'alegre', mesma coisa que ocorreu com Alive.

  9. Oi Luiz! Como eu comentei no final do post: a banda parece não ligar com essa manifestação animada do público, pelo contrário, eles mudam as versões da música de maneira quase que aleatória, sem se preocupar com o fato de ser uma música alegre ou triste. E a questão da maldição que você mencionou é perfeita pra provar que as músicas mudam, elas não estão mais "amaldiçoadas". O importante, claro, e saber do que ela se trata (ao saber a letra, a música ganha um sentido muito mais verdadeiro), mas nunca sermos ortodoxos, até ao ponto de sermos dogmáticos. Do The Evolution pode (e deve) ser um momento animado do público, mas acho legal todos terem o senso crítico do motivo dela soar daquele jeito mais raivoso e irônico, a música ganha muita força e cumpre um dos objetivos principais dela: comunicar algo para o público.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s