Especial: Record Store Day

RecordStoreDayLogo

Hoje, dia 19 de Abril, é o Record Store Day. Este dia ocorre em todo terceiro sábado de abril e foi criado para celebrar as lojas independentes de discos. Nos últimos anos as reedições de diferentes clássicos da música tem permitido aos amantes do vinil completar e aumentar suas coleções de discos. Como muitos sabem, o Pearl Jam, especialmente na figura do Eddie, tem muito apreço pelo vinil. Isso é exemplificado por diferentes motivos, os quais citamos abaixo em uma lista da relação do Pearl Jam com os lp’s.

1 – Todo ano o Pearl Jam manda para os membros do Ten Club um compacto de 7 polegadas com duas músicas como ‘presente’ de natal. Em muitos casos, envolve alguma música nova, lados b ou versões ao vivo de alguma música.

2 – Em 1994 o Pearl Jam lançou a música Spin the Black Circle no Vitalogy. Um grande ode aos toca discos, ao vinil. “When I lay down your crookedarm” – Quando eu abaixo seu braço curvado. Seria o braço que segura a agulha no toca discos? Provavelmente.

3 – Em 2005 o Pearl Jam lançou o EP Live at Easy Street Records. A Easy Street é uma loja independente de discos de Seattle. Sete músicas foram tocadas em uma aparição surpresa da banda na loja.

4 – No Lightning Bolt é possível ver mais uma referência aos discos com a Let The Records Play.

5 – O Pearl Jam tem relançado seus discos em vinil de 180 gramas. A opção de 180 gramas possui uma qualidade melhor do que a de 120, utilizada antigamente. Assim, a banda busca oferecer maior qualidade aos fãs. O Ten, Vs e Vitalogy já foram relançados.

6 – Vault: Nos últimos anos o Pearl Jam tem lançado os Vaults, que são shows ocorridos ao longo da carreira da banda e que foram gravados em edições especiais em vinil para os membros do Ten Club comprarem em edição limitada.

7 – Coincidentemente escolhido como o sétimo item da lista: Sevens, lançado no final de 2013, um box com todas músicas do Lightning Bolt em compactos de 7 polegadas. Edição que esgotou em menos de uma hora no site do Pearl Jam.

Opinião da PJ2Fly: Vale a pena investir em discos de vinil? Sem dúvidas. Apesar do preço tanto dos discos quanto do toca discos para quem ainda não possui um, os lp’s possuem uma qualidade sonora muito melhor do que os arquivos em Cd ou em Mp3. Além disso, a questão das artes nos discos de vinil são outro atrativo. Maiores e, muitas vezes, com conteúdo especial. Infelizmente para nós no Brasil os únicos meios de comprar discos é importando de fora ou pagando preços absurdos aqui (O LB nos Estados Unidos custa 25 dolares; no Brasil: R$165,00). Entretanto, aos poucos é possível criar uma coleção boa procurando preços acessíveis. No caso do Pearl Jam, discos como o Benaroya chegam a custar 900 dolares, mas com os relançamentos recentes é possível começar a coleção e torcer para no futuro que novas edições dos discos raros e caros sejam lançadas a preços acessíveis.

tumblr_mut1ak0cNl1rtpfkmo1_500

Anúncios

Um comentário em “Especial: Record Store Day”

  1. Igual ao vinil realmente não existe.
    Para fechar minha coleção do PJ falta:
    1998 – Live on Two Legs
    2003 – Lost Dogs
    2004 – Live at Benaroya Hall
    2013 – Box Sevens
    Mas como você disse, os valores de alguns que fica difícil para comprar, o Benaroya Hall que é uma edição com 4 discos vi um por R$ 1.200,00. Por enquanto vai ficar faltando, rsrsrs ainda mais com esses show do Ed em Sampa.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s