Pequena História com as Músicas do Pearl Jam

Pearl-Jam-Barclays-10

O Cristiano Feix, amante do Pearl Jam e um dos que acompanha a PJ2FLY de perto, nos mandou um texto bem interessante. Ele pegou algumas partes de letras de músicas do Pearl Jam e foi montando uma estória. De acordo com ele: “tinha o inicio na cabeça e o restante da história foi se moldando conforme eu pensava em alguma música. Culminou nisso.”

E aí, conseguem identificar todas as músicas? Segue abaixo o texto que o Cristiano fez:

“Eu peguei o caminho mais difícil, era um tempo diferente onde a raiva estava na moda. Mas eu tinha esperanças, parecia abril mas era maio. Há quem diga que depois do inverno sempre há uma primavera, mas ultimamente nada funciona, nada mais funciona para mim.
É triste.
Desistir? Sem chance!
Eu já estive aqui antes, é um trabalho interno hoje.
É tão profundo, mas eu não consigo chegar no fundo. Precisava espairecer, então sai para dirigir hoje, é um tempo de emancipação. No retrovisor? Só você.
Cheguei até um oceano e fumei agachado numa árvore, uma onda veio e quebrou forte como um soco no queixo entregando me asas, ‘Hey, olhe para mim agora!’. Sem me perceber eu estava voando!
WOAH!!
O que te faz sorrir? Eu pensei, olhando no espelho. Mas todos sabem, debaixo desse sorriso tudo está. Todas as minhas esperanças, raiva, orgulho e vergonha. Como isso pode terminar? Como eu posso me curar? Eu sei, a vida poderia ter sido diferente se eu tivesse resistido.
Tem um dissidente aqui, e sou eu.
Eu tento fazer direito, mas sempre há um fantasma misturando as cores com cinza.
As vezes preto, tatuando tudo. Mas eu não estou cego, eu consigo ver isso chegando.
Não é a mesma coisa aqui sem você, não consigo achar meu rumo. Eu ouço as sirenes, mas onde elas querem me levar?

É uma longa estrada.

Parece que tem alguma coisa faltando, e eu não sei.
Uma vez dividido nada sobra para subtrair. Eu estava perdido quando vi aquela banda tocar, mas ai eu enxerguei, depois da curva havia um sol!
Não um grande e difícil sol, mas um sol brilhante e cheio de fé! E eu acreditei, nós todos acreditamos!

Eu olhei para mim mesmo e disse, porra eu estou vivo!

Eu que sempre tive o rosto enrugado e tenso, como se tivesse dirigido uma motocicleta nos selvagens ventos, de repente me vi apenas respirando, consertando aquilo que estava quebrado, pensando que eu não deveria me olhar como meio vazio, mas sim meio cheio de merda. E de toda essa merda algo bom surgiria, um suspiro, um grito, não sei, mas algo viria!

O trabalho interno estava quase completo, eu percebi que as vezes eu sei, as vezes não, as vezes eu caio, as vezes eu levanto, e a vida é assim mesmo, é um tipo de vida perdida.

Enfim o trabalho interno estava completo, então eu percebi que eu sou um cara de sorte por poder contar em ambas as mãos as pessoas que eu amo, algumas pessoas só tem uma, outras nenhuma…

Percebi que eu tenho que tenho que tentar apenas respirar…

Completei este trabalho interno em pleno estado de amor e confiança, sabendo que tenho tudo o que preciso aqui do meu lado, sabendo que agora eu acredito, e acredito porque eu consigo ver. Sabendo também que nossos dias futuros, são dias de você e eu.”

Anúncios

Um comentário em “Pequena História com as Músicas do Pearl Jam”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s