As mudanças nos palcos do Pearl Jam

O Pearl Jam é uma banda simples. Isso é fato. Seus shows não tem nenhum efeito diferenciado como balões sendo jogados ao público, foguetes ou explosões. Isso por que mesmo nos shows em grandes arenas e estádios é o Pearl Jam e seu público, uma troca intima entre ambos. Isso é digno de louvor: só uma banda que confia no seu potencial de entreter o público por 3 horas deixa de lado tais artimanhas.  Mesmo simples, os palcos do Pearl Jam já passaram por diferentes transformações ao longo dos anos. Esse post traz algumas que considero as principais mudanças. Sem dúvidas, foi um pequeno desafio, a julgar pela busca das fotos mais antigas que quase sempre estão em péssima qualidade.

No começo, ainda no ínicio da banda no começo da década de 90, o palco não tinha nada demais. Eram apenas os cinco músicos e seus instrumentos e equipamentos. A partir do final dos anos 90 o palco ganhou alguns incrementos como algumas velas logo acima dos amplificadores e caixas de som, como por exemplo na turnê do Yield em 1998 que pode ser conferido nas fotos abaixo.

1998

1998 (2)

Sem título

Em 2000 com o lançamento do Binaural foram adicionados nos primeiros shows pela Europa algumas bolas gigantes que representariam planetas. Essas bolas não são visualizadas na maior parte dos shows por terem permanecido pouco tempo, apenas no início da turnê Europeia. Na turnê norte-americana vemos somente os cinco membros.

2000

Em 2003 na turnê do Riot Act a simplicidade do Pearl Jam permaneceu. Nada de enfeites, velas ou bolas. Era apenas uma base branca atrás do palco que refletia as diferentes luzes projetadas durante o show.

Sem título

Essa estrutura anterior permaneceu até 2006 na turnê do Abacate. Já em 2007, essa estrutura branca foi substituída por um pano personalizado com desenhos de ondas permanecendo até 2008.

2007

Em 2009 com o lançamento do Backspacer o palco ganhou um novo aspecto: a primeira metade do show com um pano escuro onde foi aplicado o mesmo layout das fontes do Backspacer com a escrita Pearl Jam. Na segunda metade do show, descia um pano preto novamente baseado nas artes do Backspacer mas apenas com as iniciais da banda.

images (2)

images (1)

pjlive2_970_645_s_c1

Em 2011 uma nova mudança nos palcos. Já não era mais a turnê do Backspacer, mas sim a turnê do Pearl Jam Twenty em comemoração aos 20 anos da banda. O palco principal na abertura do show com a pintura de inúmeras caixas de som empilhadas formando o PJ. As luzes utilizadas destacavam as iniciais da banda entre as caixas de som. Na segunda metade de show, o logotipo da turnê descia sob um fundo branco que refletia as diferentes luzes na continuação do show. Por sinal, este desenho e o logo tipo da turnê foram comparados em uma brincadeira ao Sanduíche de Ovo do programa Chaves.

lanterna_verde_sanduiche

Esse palco foi o que permaneceu na turnê europeia de 2012 e também nos shows em 2013 na América Latina. Na turnê do Lightning Bolt uma grande mudança aconteceu. Nos Estados Unidos nenhum fundo foi utilizado. No palco, tivemos a incorporação de globos de luz distribuídos ao longo do palco e que se iluminam de diferentes cores no decorrer do show. São estruturas móveis que, por exemplo, em Porch são descidas para o Eddie se pendurar nelas. Além disso, há ainda a presença de uma grande estrutura acima do palco que se move em algumas músicas e se ilumina refletindo diferentes cores para o público.

images (6) images (5)

Em 2014, na turnê europeia, essas estruturas foram mantidas e também foi adicionado um pano escuro com o símbolo do Lightning Bolt.

2014

É interessante ressaltar, também, um pequeno detalhe: as asas de morcego que acompanharam o Pearl Jam muitos anos nos palcos. Porém, elas parecem ausentes na turnê do Lightning Bolt, mas estavam presentes no palco do Eddie nos shows do Brasil.

evwithbatwingsmv6 Pearl_Jam

Anúncios

6 comentários em “As mudanças nos palcos do Pearl Jam”

  1. Excelente matéria! Apesar de preferir um palco simples, essas mudanças da turnê de LB ficaram muito boas. Espero poder conferir isso tudo pessoalmente em breve.

    E se não me engano essas asas do show solo do Eddie são presentes do Todd McFarlane, desenhista de quadrinhos e dono de uma marca de action figures (bonecos). Ele foi o responsável pelos desenhos do clipe Do The Evolution. Também foi o desenhista de personagens como Homem-Aranha e Hulk por alguns anos, além de criar o Spawn.

    1. Realmente bem legal a matéria mesmo.. Em 2006 também chama atenção o desenho diferenciado da posição dos holofotes (no Imagine in Cornice fica bem visível), uso de sirenes e também lasers no começo da turnê (pararam de usar porque acharam caro demais)

      Diego, sobre as asas: elas foram presentes da banda The Frogs para o Ed. No YouTube tem vários vídeos do Ed cantando com os caras e usando as asas até. Um dos membros morreu recentemente.. eram grandes amigos do Ed.

  2. Parabéns pela matéria! Percebe-se que vocês fazem um trabalho sério sobre a banda e isso nos deixa feliz, e também por compartilharem conosco curiosidades sobre essa banda que tanto amamos. Obrigada!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s