Série Shows Históricos: Pearl Jam no PinkPop

Screen Shot 2017-07-25 at 21.05.19.png

No dia 08.06.1992, o Pearl Jam chegava ao seu maior show, e, consequentemente ao auge (no topo, assim como o Eddie na foto acima). Para delírio dos fãs que acompanhavam o meteórico sucesso daquela banda jovem e cheia de energia, o Pearl Jam estava escalado para tocar no lendário festival PinkPop, em Megaland, Landgraaf, Holanda.

No oitavo episódio da série Shows Históricos, a gente relembra a loucura que foi este show!

Screen Shot 2017-07-25 at 21.02.12.png

O sucesso de público ainda não era algo consolidado para o Pearl Jam. Apesar do crescente número de shows, a banda ainda oscilava entre casas pequenas, bares e teatros. Uma alternativa então foi se aventurar na Europa. Mas assim como na terra do Tio Sam, os públicos em continente Europeu continuavam na faixa entre 300 e mil pessoas. Noruega, Escócia, Inglaterra, Holanda, Suécia, entre outros lugares do velho continente, foram visitados num rigoroso inverno antes da banda voltar aos Estados Unidos e seguir se apresentando para públicos pequenos.

Decididos a voltar para a Europa, convites começaram a aparecer, mas ao invés dos públicos pequenos, agora o Pearl Jam deveria encarar uma série de festivais com grandes públicos, o que era algo muito novo para a banda. Sem nem pensar, o Pearl Jam decidiu se arriscar no verão Europeu para uma série de shows que atenderiam os maiores públicos da banda até então.

O primeiro grande registro foi no Rock Am Ring Festival, onde a banda encontrou o seu primeiro grande público (estimasse de 25 a 30 mil pessoas). Logo após, o Pearl Jam se apresentou no Finsburry Park Festival, na Inglaterra, onde alguns problemas técnicos na execução do show assustaram Eddie Vedder. Em entrevista para a Rolling Stone, em Setembro de 1992, Eddie admitiu que estava com bastante medo de tocar no PinkPop.

“Nosso show anterior foi um show ruim, em algumas partes nosso baixista (Jeff) saiu bastante da música. E eu não consegui ouvir meus vocais em nenhum momento do show. Algum fã veio me xingar no final por isso, porque eu berrava demais (risos)”.

Em comparação aos outros dois festivais, o PinkPop era um festival muito maior em todos os sentidos de arte, teor político e, além de tudo, seria televisionado.

Screen Shot 2017-07-25 at 21.02.45.png

Mesmo com todos os receio,s o Pearl Jam subiu ao palco no mesmo dia que Lou Reed, PJ Harvey, Soundgarden, The Cult e David Byrne, para um show que ainda nos dias de hoje é altamente lembrado como um dos maiores e mais intensos de toda a sua história.

O show começou com uma furiosa versão de Even Flow, e o que se via era um imenso público altamente insano (60 MIL PESSOAS!)! A banda (com uma liberdade maior no palco em termos de espaço), aproveitou e deu vários pulos e corridas de um lado para outro. A energia lançada pelos membros do Pearl Jam foi algo transformador para a plateia, e com o passar dos anos virou uma referência de toda a cena grunge, que tinha como uma de suas características entregar shows recheados de energia e autenticidade.

Durante o show, uma leve chuva começou a cair, e o Eddie aproveitou para improvisar um pedaço de “Rain”, dos Beatles, que logo foi seguido por uma versão cantada a plenos pulmões de Jeremy!

Vale salientar que todas as músicas foram executadas em um grau de perfeição incrível, realmente o Pearl Jam foi ao palco do Pinkpop para provar que, além de ser uma banda nova e cheia de energia, todos eram músicos de altíssimo nível, e também já mostravam ao mundo que seriam uma das grandes bandas do Rock em todos os quesitos, inclusive para os que duvidavam da performance deles perante um grande público.

Ao decorrer do show, algumas músicas já mostravam estar na ‘’ boca do povo’’, caso de Alive, Black, Jeremy e Even Flow. O disco Ten já tinha quase 1 ano, e com a explosão da cena grunge essas músicas estavam em todas as rádios da América e da Europa. Mas o ápice do show não ficou com nenhum destes hits, foi em Porch que o show que já seria lembrado como inesquecível, se tornou épico. Enquanto a banda fazia o tradicional improviso dentro de Porch, Eddie Vedder chamou o operador de câmera que filmava a plateia, subiu em seu guindaste, e foi levado até o meio do público insano! Eddie esperou o momento certo e deu um dos ‘’mosh’s’’ mais lendários da história do Rock n Roll!

Screen Shot 2017-07-25 at 21.03.22.png

Depois desse momento épico, Eddie retornou ao palco e, logo após um Encore Break, o Pearl Jam voltou e desferiu uma versão inacreditavelmente furiosa de Rockin in The Free World, de Neil Young.

Falar desse show, para qualquer fã de Pearl Jam, é motivo de orgulho. Pois não há fã que não tenha visto essa lendária apresentação ao menos uma vez na vida. A banda se entregou, viveu o momento, e tenho certeza que esse momento foi um divisor de águas na carreira do Pearl Jam. A partir desse show, o mundo do Rock com certeza ficou sabendo que uma banda de Seattle vinha com força para se tornar uma das mais lendárias de todos os tempos.

E hoje, 25 anos depois, esse show permanece atual, vivo, intenso. E ainda dá muito orgulho de saber que aquele Pearl Jam jovem, cheio de futuro, continuou junto e até hoje nos brinda com momentos inesquecíveis!

A apresentação está disponível no Youtube! Basta dar o play abaixo:

 

Anúncios

3 thoughts on “Série Shows Históricos: Pearl Jam no PinkPop”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s