Análise: Of The Girl

Imagine a seguinte situação;
Um quarto com luz fúnebre, avermelhada. Um gole da segunda garrafa de vinho, uma memória reprimida que não consegue esquecer. Junte isso ao fundo musical de Of The Girl e temos uma peça/retrato daquilo que essa música me representa.
Talvez você troque os cenários, pode ser em um carro em movimento, a mesa de um bar noturno, mas o ”desenho” principal da história, em todos os cenários possíveis que eu imaginei é o mesmo. Alguém reprimido por lembranças que não consegue esquecer, cuspindo confissões e indecisões em uma atmosfera que não o deixa sair daquele momento.

dddd
Of The Girl é a oitava música do extraordinário Binaural de 2000. Ela é uma música de Stone Gossard, o arquiteto capaz de criar os mais diferentes sentimentos através de sua guitarra. Toda a banda entendeu bem a proposta de Stone e, ao seu modo, conseguiu ”enebriar” a música de sentimentos que formam uma atmosfera daquelas que só o Pearl Jam consegue. A guitarra de Mike McCready, inspiradíssima como sempre, consegue complementar o Riff de Stone e nos dizer muito mais do que a letra cantada por Vedder.
Nessa música você consegue perceber a diferença de uma captação normal de estúdio, e da captação Binaural, usada pela banda em algumas músicas desse disco. A gravação de um áudio binaural consiste na tentativa de simular a captação de sons pelo ouvido humano. Por isso, são necessários dois microfones, posicionados a cerca de 18 centímetros de distância um do outro. Esse método cria uma dificuldade imensa em se fazer ajustes dentro do estúdio, o que faz com que cada música que utiliza desse método de gravação tenha que ser tocada com extrema precisão, já que fica muito difícil de ”maquiar” ela depois.
Criada toda a atmosfera cheia de angústia, então começamos a perceber nas letras e na forma do Eddie cantar, uma total confidência com a atmosfera… vou explicar melhor; O personagem parece alguém conformado em se manter preso nas lembranças de uma garota, não faz nenhuma menção em encontrá-la. Não há futuro. Ele apenas se prende ao passado e à um padrão criado pelo cenário, e com isso ele se conforma. Eddie canta as letras de Of The Girl em um tom mais baixo, mesmo nas versões ao vivo, e só sobe um pouquinho esse tom no refrão, onde ele reafirma todo o seu conformismo. “How he makes his getaway” (como ele constrói sua fuga), ele constrói essa fuga apenas com as memórias dessa garota. Por isso o título, “Of The Girl”.
Os sentimentos expostos são, acima de tudo, amor e medo. A miscelânea feita pelo envolto na música nos faz pensar que o medo é maior do que o amor. O medo prende nosso personagem nessa rotina de se lembrar de alguém, e o torna incapaz de seguir em frente ou ir atrás dessa garota. Ele apenas mantém as memórias dela e faz isso consciente e conformado com o que viveu totalmente preso ao passado.
Of The Girl é uma música única dentro do Binaural.
Muitas músicas falam sobre protesto, amor, fazem declarações e afirmações contundentes.
Of The Girl vem apenas para ser uma música solitária, assim como sua atmosfera e significado demonstram ao longo de seus cinco minutos.

Tradução Of The Girl;

Texto; Cristiano Feix

Anúncios

Um comentário em “Análise: Of The Girl”

  1. Muito top a resenha… Essa música acho que é a única do Pearl Jam que me dá uma sensação de escuta-la em 3D…

    Entraria fácil no álbum “No Code”, altas sonzeira!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s