Breakerfall

breakerfall

Binaural é meu álbum preferido, e Breakerfall é uma das melhores aberturas de álbum que o Pearl Jam fez, é explosiva, autêntica, e tem uma história muito simples: uma garota que se perdeu, e que agora apenas cai, e odeia todos à sua volta.

 A letra dela é ótima. É um pequeno poema raivoso. Em termos de instrumentos a música é tão boa quanto a letra: o ritmo frenético, a guitarra com riffs marcantes, bateria forte, tudo unido à voz rasgada do Eddie. Tudo contribui para passar a mensagem: você pode culpar o mundo, mas, no final, a culpa é toda sua (de acordo com o “narrador”). A mensagem é fria e direta, e era isso que o Eddie queria repassar.

 “There’s a girl on a ledge, who’s got nowhere to turn

Because all the love that she had was just wood that she burned”

 A garota está perdida e não tem para onde ir. Só por essas poucas palavras o cenário já fica definido. Mas aí, temos a metáfora que deixa tudo mais claro: todo amor que ela tinha era, na verdade, madeira que ela queimava. Tudo que ela tinha era consumido no fogo, nada restava; e agora…

 “Now her life is on fire, it’s no one’s concern

She can blame the world…prey til dawn

But only love…can breakerfall”

 E agora ela queimou o que restou, e a sua própria vida agora queima. Ninguém esta ligando pra isso. Mas ela culpa quem? O mundo. No desespero, ela reza até o amanhecer; e aqui temos a primeira resposta, o primeiro conselho dessa voz que tenta “ajudar” ela: apenas o amor (sempre ele) para ajudá-la.

 Adoro essa ligação que o Eddie faz: tem aquela garota, ela está perdida pois o amor que tinha era madeira que queimava; agora sua vida queima e ninguém está ligando pra isso. Ela reza desesperada, mas ninguém ajuda.

 O cenário está feito. Agora vamos ao restante da letra.

“It’s like she’s lost her invitation to the party on earth

And she’s standing outside hating everyone here”

 Tudo que foi descrito anteriormente era cheio de metáforas: fogo, amor, lenha queimada, etc.. Mas aqui, a imagem fica explicitada em praticamente uma cena de filme: a garota, revoltada por estar à parte de um a festa, espera do lado de fora, odiando todos que estão dentro se divertindo. Mesmo sendo descrita como “infantil” – menina que odeia todos e está revoltada com o mundo – a cena possui um toque de seriedade muito interessante, sem passar a sensação de ser algo adolescente e efêmero.

 “Yeah she’s her own disease, crying to her doll

But only love…can breakerfall”

 Esse primeiro verso mistura bem a ideia “garota inocente, garota adulta”. Ela é jovem, ingênua, mas tem poder sobre seus atos, deve assumir o que faz. Ela é a sua própria doença, mas chora diante da sua boneca. O contraste deixa claro que ela era uma pessoa adulta, mas ainda ligada à infância.

 A voz aqui parece culpar apenas a menina; mas claro, temos apenas um lado da história. Independente disso, a força dessa música vem da inocência na descrição de um relacionamento ainda imaturo que acabou por falta de amor e, ao mesmo tempo, trata tudo isso com um toque trágico (a voz do Eddie, quase beirando o desespero, ajuda muito nisso, fora o instrumental, cru e pesado). Essa mistura ficou muito bem equilibrada e faz da música, como disse antes, uma excelente abertura de disco.

 Admiro a forma como o Eddie coloca essa menina como “culpada” mesmo ele (Eddie) sabendo que ela é, na verdade, uma “vítima”. Não há rancor por parte dele, ele apenas “aponta o dedo”, constata a situação e faz um alerta. A acusação aqui é fruto de um julgamento também imaturo, mas que (quase) convence a gente.

 Enfim, é apenas um lado da história, mas é contado muito bem.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s